A Caixa Econômica Federal disponibilizou hoje o aplicativo para que trabalhadores informais tenham acesso ao auxílio emergencial, apelidado de “coronavoucher”. O nome do aplicativo é “CAIXA | Auxílio emergencial” e está disponível para Android e iOS.

Após o download do aplicativo, é necessário clicar em “realize sua solicitação” e preencher os dados pessoais solicitados. Com esses dados, o governo poderá analisar se o requerente efetivamente tem direito ao auxílio (se preenche os requisitos legais); a análise pode demorar até 48h. Se o requerente tiver conta na Caixa ou no Banco do Brasil, poderá receber o valor em até dois dias após a análise. Contudo, é possível optar por receber em outros bancos e, nesse caso, o pagamento pode demorar alguns dias a mais. Se não conseguir fazer o cadastro online, o interessado poderá se dirigir pessoalmente a uma agência da Caixa.

Vale recordar que, para ter direito ao auxílio, é necessário preencher os seguintes requisitos:

  • Ter mais de 18 anos;
  • Não ter emprego formal (ou seja, não trabalhar com “carteira assinada”) – pode ser MEI, Contribuinte Individual do INSS ou trabalhador inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico); quem não está inscrito no CadÚnico, mas se enquadra em todos os demais requisitos, poderá fazer uma autodeclaração para ter acesso ao benefício, e a regularidade da situação do trabalhador será verificada pelo governo em momento posterior;
  • Não estar recebendo seguro desemprego, aposentadoria ou outro benefício de transferência de renda (exceto o Bolsa Família – para aqueles que já o recebem, passarão a receber de forma automática o valor acrescido);
  • Ter renda familiar de até R$ 522,50 por pessoa, ou até R$ 3.135,00 no total;
  • Não ter recebido, no ano de 2018, rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70.